Andressa Mendonça e Carlinhos Cachoeira reatam casamento

Andressa Mendonça e Carlinhos Cachoeira reatam casamento em Goiás (Foto: Reprodução/Instagram)

A empresária Andressa Mendonça e o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, reataram o casamento há pouco mais de um mês após anunciarem a separação. Neste sábado (17), ela postou nas redes sociais uma foto dos dois com a seguinte legenda: "O amor vence barreiras, o meu constrói caminhos".
Andressa confirmou que eles estão juntos novamente. Quando questionada sobre o que pesou para a volta, ela afirmou: "É o amor, não tem motivação maior". Já Cachoeira, que foi condenado por chefiar um esquema de exploração de jogos ilegais e corrupção em Goiás e no Distrito Federal, quando perguntado sobre a questão pela reportagem, limitou-se a dizer: "É verdade".
Até as 13h30, a publicação tinha sido curtida por 880 usuários. Outros 77 comentaram o post, sendo que a grande maioria parabenizava o casal pela decisão.
No último dia 8 de setembro, também pelas redes sociais, Andressa havia comunicado sobre o fim do relacionamento. Na ocasião, ela afirmou que o rompimento "não reflete qualquer fracasso" e afirmou que "foram cinco anos de sucesso e boa convivência".
Casamento
O casal está junto desde 2010, mas a união só foi oficializada em dezembro de 2012, no condomínio de luxo em que moravam em Goiânia. Após a cerimônia, o casal saiu da residência para conversar com os jornalistas, quando Cachoeira se ajoelhou e beijou os pés da mulher.
A cerimônia ocorreu depois de Cachoeira sair da cadeia, em 11 de dezembro. Ele havia sido preso em fevereiro durante a Operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF).
                                A mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça, durante sessão da CPI no Congresso (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)
Musa
Durante a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI) que apurou, no Congresso Nacional, denúncias de corrupção ligadas ao contraventor, Andressa chamou a atenção pela beleza e foi chamada de "musa da CPI".
Em 25 de julho de 2012, durante audiência presidida pelo juiz Alderico Rocha Santos na Justiça Federal em Goiânia, o empresário aproveitou a ocasião para pedir a empresária em casamento.
Dias depois da sessão, o magistrado denunciou que Andressa o procurou no gabinete para ameaçá-lo e oferecer vantagem indevida. Na época, ela chegou a pagar fiança de R$ 100 mil para não ter a prisão preventiva decretada.
Andressa foi absolvida da acusação em maio deste ano. A sentença do magistrado Abel Cardoso Morais afirma que “embora não recomendável no âmbito da ética, o comportamento da ré manteve-se distante da censura penal”.
Operação Monte Carlo
A Operação Monte Carlo foi deflagrada em 29 de fevereiro de 2012. Na ocasião, 31 pessoas foram presas, em quatro estados e no Distrito Federal, suspeitas de ligação com o esquema deCarlinhos Cachoeira.
O empresário foi condenado, em dezembro de 2012, a 39 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha. Ele recorreu da sentença e aguarda pela decisão em liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários