Kosovo tem confrontos entre polícia e partidários de líder opositor








A polícia do Kosovo lançou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar dezenas de manifestantes que protestaram de forma violenta, nesta segunda-feira (12), contra o interrogatório policial do líder do partido ultranacionalista Vetvendosije, Albin Kurti.

Deputado do Parlamento de Kosovo, Kurti era interrogado nesta segunda em uma delegacia dePristina, quatro dias após lançar gás lacrimogêneo no plenário da Assembleia para protestar contra a aplicação do acordo que normaliza as relações entre Kosovo e Sérvia.

Um grupo de 200 partidários de Kurti atirou pedras e quebrou as janelas da delegacia, antes de ser dispersado pela polícia, que utilizou bombas de gás lacrimogêneo, constatou a AFP.

Os principais partidos da oposição kosovar rejeitam o diálogo com a Sérvia, patrocinado pela União Europeia.

A Sérvia, que não reconhece a independência de Kosovo, segue considerando a região como uma província sua.

Em 2013, Pristina e Belgrado firmaram um acordo de normalização patrocinado pela União Europeia que, um ano depois, abriu a porta para o início de negociações visando a entrada da Sérvia na UE.

Postar um comentário

0 Comentários