Neymar dá show, faz jogo de Messi, e Barcelona goleia o Rayo





Neymar não foi Messi, porque Messi existe apenas um. Mas Neymar foi Neymar neste sábado, na goleada por 5 a 2 sobre o Rayo Vallecano. Mais: foi o melhor Neymar com a camisa do Barcelona. Um jogador capaz de resolver um jogo com uma atuação histórica
Neymar foi genial nos dribles, nos passes, em um domínio de bola de letra capaz de fazer o maior estádio da Europa prender a respiração. Sofreu pênaltis e bateu bem. Sofreu pênaltis que não foram marcados. Fez um, dois, três, quatro gols. E ainda deu a assistência do quinto, de Luis Suárez.
O brasileiro foi a alma de um Barcelona que voltou a mostrar-se frágil na defesa e pouco criativo no meio-campo.
Mas, desta vez, os erros ficaram em segundo plano. O 17 de outubro de 2015 ficará marcado como o dia em que Neymar foi o dono do Barcelona. No dia em que, mesmo sem ser Messi, ele fez um jogo no nível de um dos melhores jogadores da história.
Um jogo de Messi, mas com a assinatura de Neymar.

Postar um comentário

0 Comentários