Vereador Leonardo Fala sobre o rompimento com Atual prefeito

O vereador usou seu perfil no Facebook para falar um pouco sobre o rompimento

Devo satisfações aqueles que confiaram em mim e hoje não sabem o que realmente acontece e o porque das minhas decisões. Talvez muitos ouçam boatos de que não faço mais parte do grupo do prefeito porque não me deram dinheiro. 

Venho, mais uma vez, através desta página esclarecer os motivos que me levaram a romper. 

Depois de ter obtido êxito nas eleições de 2016 e conseguido ser o vereador mais bem votado do município, tive propostas que me fizeram refletir. E logo vieram minhas primeiras decepções.

Uma das propostas que tive foi de deixar o cargo de vereador para que outra pessoa assumisse em meu lugar para que eu ficasse recluso em São Luis sendo secretário de uma secretaria de fachada. 

Se tivesse aceitado, poderia me dá bem financeiramente, mas também poderia acabar de vez com minha carreira política. Afinal, eu fui eleito pra não assumir? Seria falta de dignidade da minha parte não honrar os votos que tive.

Foi a partir daí, por não concordar com um plano fora do normal, que passei a ser perseguido. Como se quisessem me destruir de qualquer maneira. Sozinho, articulando através de diálogos civilizados, consegui me eleger presidente da Câmara de Vereadores. 

Durante meu mandato, não cedi a conchavos e nem acordos políticos que pudessem me desmoralizar e fiz algo que nenhum outro presidente havia feito até hoje: devolvi a sobra. Foram quasse 300 mil devolvidos por livre e espontânea vontade. Veja que se a minha postura fosse por interesse financeiro, eu não teria feito isso. Ao contrário, teria criado meios para desvio da verba.

Para finalizar, apesar de minha insatisfação ainda me mantive por muito tempo ao lado do atual prefeito, esperando por uma mudança. 

Esperei que cansei e abandonei o barco. Hoje, não só eu vejo que fiz o certo. Mas, vários amigos e parentes já estão fazendo o mesmo. Não dá pra continuar assistindo ao fracasso de uma gestão e continuar aplaudindo. Não dá pra ver amigos sendo massacrados pelo atual gestor e fazer de conta de que nada acontece. Não dá pra ser perseguido, ver parentes próximos perseguidos e me fingir de cego.

Esses são apenas alguns fatos a serem esclarecidos. Em breve, na tribuna, irei me pronunciar sobre outros acontecimentos. Agradeço a compreensão dos amigos e daqueles que ainda não tinham sido informados. Um forte abraço a todos!

Postar um comentário

0 Comentários